Nota da Federação dos Metroviários contra o leilão da CBTU-BH

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

A Fenametro, em conjunto com os sindicatos dos metroviários de todo o país, segue por todas as frentes possíveis na luta contra as concessões, privatizações e terceirizações. A Federação pede, por meio desta carta, apoio de todo o movimento sindical, social e popular!

Nesses últimos dias estamos em ações decisivas contra a entrega da CBTU-BH para a iniciativa privada!

A intenção dos governos em conceder e privatizar os Metrôs pelo país já vem de anos, porém no último período, com o inominável à frente da presidência da República, o processo se acelerou e temos situações críticas em BH, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, além de também em governos estaduais os Metrôs estarem sendo sucateados para justificar as privatizações, como no DF, SP e PI. Sem contar o sistema já privatizado há anos, no RJ, em que tem a pior cenário do país em relação à qualidade, custo e condições de trabalho.

No último ano, o processo em BH avançou a passos ainda mais largos e o leilão está marcado para dia 22 de dezembro deste ano. A categoria mineira vem realizando diversas manifestações e greves desde ano passado, inclusive tendo neste período batido o recorde de tempo de paralisação, demonstrando que continuarão na luta até o final. Por isso, todo apoio de todo o movimento, das categorias e de todo agente político é bem-vindo para barrar esse tremendo ataque.

No último mês, com a eleição de Lula, além das ações que já vinham sendo tomadas, inclusive judicialmente, estamos intervindo constantemente no meio político, fazendo diversas conversas com parlamentares e reuniões com a equipe de transição do governo para que ela manifeste uma posição contrária à realização do leilão marcado pelo governo Bolsonaro para a véspera de Natal e Ano Novo. Bolsonaro já foi derrotado nas urnas, portanto seu governo não tem qualquer legitimidade para tomar uma decisão de imensa repercussão na vida da população de BH.

Mas nada está garantido e, portanto, além de toda a luta feita, é necessário termos diálogo constante com a população, pois é quem mais sofrerá com a entrega do patrimônio público, com menos investimentos, com tarifas mais altas, menor qualidade no sistema. Então temos que fazer uma luta conjunta, defendendo mais investimento público, expansão da malha e melhor qualidade. É imprescindível o apoio popular nessa luta, para que assim o poder público perceba que a pauta dos trabalhadores é a mais adequada para a população.

Sendo assim, continuaremos na batalha dia a dia, com todas as entidades e a população ao nosso lado, realizando todas as ações possíveis para impedir que o Metrô CBTU-BH seja entregue à iniciativa privada, assim como em todos os estados que têm malha metroferroviária e necessita de mais investimentos.

Por isso, a Federação Nacional dos Metroferroviários – Fenametro, pede a todo o movimento sindical, social e popular, encaminhando para as diversas entidades do país, que estas, enviem moções de apoio à nossa luta; que os sindicatos, grupos e partidos políticos, centrais sindicais e os movimentos possam fazer publicações em suas páginas, divulgar em suas redes, a fim de dar vazão a essa pauta, tornando a campanha realmente pública, com o maior alcance possível e possamos alcançar coletivamente essa vitória de barrar as concessões das malhas metroferroviárias.

Saudações sindicais….

Alda Lúcia Fernandes dos Santos Presidente
Federação Nacional dos Metroviários

LEIA O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA:

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2024 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo