Entrar
no grupo

Em menos de 6h de trabalho bancários pagam seus salários

Imagem:
Compartilhe:

Todo o trabalho do resto do mês é para ganhar bilhões para os banqueiros. Chegou a hora de exigirmos salários melhores e a nossa parte deste lucro de bilhões produzidos pela categoria!

As demissões são frutos da exploração segundo as regras do defeituoso sistema capitalista. Neste sistema o acúmulo de riqueza deve ser atingido a qualquer custo. O ser humano, na equação do capitalismo, é taxado como Capital Variável que produz a mais valia e o consequente lucro, através do chamado sobretrabalho (por exemplo, nas seis primeiras horas de um dia o bancário reproduz o valor do seu salário, mas acaba por trabalhar mais tempo) é neste tempo extra (que o capitalista tenta prolongar ao máximo) que ele trabalha e não é pago que é criado o lucro.

Ou seja, o lucro surge do fato do bancário trabalhar mais do que o socialmente necessário (por conta da exploração) e é este excedente, não pago que o capitalista se apropria, que se chama lucro. Ele cresce quando a jornada é prolongada com a sobrecarga de trabalho, acúmulo de função, jornada estendida etc.

Exemplo

Vamos pegar o exemplo de cada trabalhador do Itaú, que produziu o maior lucro líquido (entre a categoria) de R$ 67.773,62 (fonte: Dieese) somente em março deste ano.

Vamos utilizar como parâmetro quem recebe cerca de R$ 3 mil, portanto ganha R$ 25 por hora, mas lucra para o Itaú R$ 565 por hora, em menos de 6 horas ele já pagou o seu salário !!!!

Faça sua conta

Divida o lucro (conforme cada banco segundo a tabela abaixo) por 120 horas e depois o valor de seu salário pelas mesmas 120 horas, que conforme a CLT e o Acordo Coletivo são as horas de trabalho mensal da categoria (não comissionada), veja quanto você produz de lucro por hora e quanto o banco lhe remunera por estas horas e em quanto tempo você reproduz seu salário para o banqueiro aproximadamente.

Veja tabela dos cinco maiores bancos conforme dados, de lucro líquido por bancário em março/15, do Dieese:

Bancários Santos 011_01

Fonte: Sindicato dos Bancários de Santos e região

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2014-2024. Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam

Cadastre-se

Receba novidades em seu e-mail. Sem spams.
Pular para o conteúdo