Entrar

EMS é condenada no TRT por danos morais ao divulgar boato sobre trabalhador

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

A EMS Farmacêutica teve sua condenação a pagar multa de R$ 15.000,00 a título de indenização por danos morais a um trabalhador confirmada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região – Campinas/SP. Ele já havia sido condenada no mesmo processo pelo Juízo da Vara do Trabalho de Hortolândia.

A condenação se deveu ao fato de um representante da farmacêutica ter espalhado, entre os demais trabalhadores, após o pedido de demissão de um funcionário, que este “teria falsificado a assinatura em um atestado médico. ”

Na decisão do TRT – 15ª Região afirma que “O comportamento da empresa em permitir que referidas informações acerca do reclamante (o trabalhador ofendido) se tornassem públicas ‘provocou comentários e boatos, inclusive suspeitas quanto à sua honestidade e à prática de ato ilícito, o que é suficiente para caracterizar violação à intimidade, à honra e à dignidade do trabalhador’.”

A condenação na íntegra

Clique aqui para ler a condenação na integra, diretamente no site do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região – Campinas/SP.

Fonte: Tribunal Regional do Trabalho – 15ª Região/Campinas-SP

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2014-2024. Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo