Governo sinaliza percentual de 10,8% para servidores num prazo de 2 anos

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

O Ministério do Planejamento informou ontem (3/09) ser possível negociar um percentual de 10,8% em um prazo de 2 anos (2016-2017) para os servidores públicos federais do Executivo, que receberiam reajuste salarial de 5,5% em 2016 e 5,0% em 2017.

Além de reduzir pela metade o prazo que travava um debate com a categoria, o governo manteve a proposta de reajuste nos benefícios (auxílio-alimentacão, creche e plano de saúde) repondo percentual do período em que permaneceram congelados.

Ficou mantida também a proposta que altera regras da contagem de pontos das gratificações para fins de aposentadoria que tiveram prazo para incorporação da nova realidade melhorado em relação a proposta anterior.

A Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra) lembrou hoje, via Facebook, que os funcionários públicos exigem reajuste salarial de 27,3% em 2016 e que o governo oferecia inicialmente 21,3% em quatro anos.

Agora os servidores públicos federais vão realizar assembleias na próxima semana para discutir a proposta.

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais em Brasília vai se reunir na próxima terça (9/09) para avaliar o processo de negociação em curso e deliberar novas ações conjuntas das categorias para pressionar o governo a avançar nas negociações.

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2023 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo