Entrar

Greve dos Servidores em Vinhedo

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

O Sindicato dos Servidores Públicos de Vinhedo divulgou Carta aberta a população e uma NOTA DE REPUDIO as agressões sofrida por uma diretora do sindicato feitas pelo filho do prefeito e Secretário de Gestão Pública e Transparência, Eduardo Pacheco.

Hoje durante nosso ato de greve, o Prefeito Dr. Dario aceitou finalmente realizar uma reunião com a diretoria. Estavam presentes nessa reunião representantes do Sindicato: Donizete Ribeiro, Sivaldo Costa e Monique Marmol e o Presidente Maurício Pixe Sanches. Da parte do Governo estavam presentes: O Prefeito Dr. Dario e os secretários Jorge Torrezin, Deise Serafim, Carlos Eduardo Diniz, Jaderson Spina e o Eduardo Pachecco, filho do Dr. Dario.

A reunião foi muito truculenta, recebemos diversos ataques por parte do Governo, principalmente pelo filho do prefeito, Eduardo Pachecco, baixando o nível da discussão a todo momento. Inclusive, a greve foi ridicularizada pelo mesmo, dizendo que servidores estavam satisfeitos com o ajuste salarial de 3% e que o sindicato estava extrapolando ao convocar as manifestações e paralisações.

Foram irredutíveis quanto a apresentarem uma nova proposta, dizendo que não iriam dar “uma vírgula a mais” dos 3% que foram oferecidos.

O Sindicato não concordou com esse posicionamento vergonhoso e lamentável do Governo e amanhã iremos manter a PARALISAÇÃO.

O que o Governo Dario está fazendo com os servidores é uma HUMILHAÇÃO!

NÃO PODEMOS ACEITAR!

Atenciosamente,

Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos de Vinhedo

NOTA DE REPUDIO

O Sindicato dos Servidores Públicos de Vinhedo (SSPV) REPUDIA a agressão sofrida por uma diretora do sindicato nesta quarta-feira, 1 de junho. 

Após muitas tentativas de reuniões, greves e mobilizações, finalmente conseguimos entrar na prefeitura para negociar com o prefeito da cidade, Dr. Dario. O filho do prefeito, Eduardo Pacheco (Secretário de Gestão Pública e Transparência), apesar de não ter um cargo de negociação, insistiu em ficar na reunião. 

O mesmo DESRESPEITOU uma diretora do SSPV com falas machistas, agredindo verbalmente e a tratando com extrema ofensa, ataques pessoais e xingamentos, usando falas como: “alguém faz essa menina ficar quieta”, “vai se ferrar”, “você é uma frustrada”. 

Nós, do Sindicato dos Servidores Públicos de Vinhedo (SSPV) repudiamos as atitudes machistas e as falas desrespeitosas que traduzem o modo truculento de fazer política de Eduardo Pacheco, filho do prefeito e pedimos uma RETRATAÇÃO PÚBLICA do secretário da prefeitura!

Diretoria SSPV.

Fonte: Gazeta Cidades

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2024 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo