Entrar

Novo alvo dos governistas sem escrúpulos é acelerar a Reforma da Previdência

Novo alvo dos governistas sem escrúpulos é acelerar a Reforma da Previdência
Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

Depois de absolver Michel Temer, o próximo passo é acabar com a aposentadoria do povo

A ordem do grande capital agora é acelerar a Reforma da Previdência que está parada na Câmara dos Deputados. Para isso, Michel Temer conta com o apoio irrestrito do presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), que já se comprometeu a colaborar para que o governo recomponha a sua base.

O objetivo é garantir os 308 votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência.

Depois da vergonhosa votação da Câmara que arquivou a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), apontando Michel Temer como beneficiário de esquema de corrupção passiva, o presidente ilegítimo, agora fortalecido, volta a artilharia para uma antiga reivindicação dos bancos: o fim da previdência pública para engordar o caixa da previdência privada.

Nova denúncia

Nos bastidores de Brasília o burburinho é que, nos próximos dias, Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República deve apresentar nova denúncia contra Michel Temer. Com isso, a Câmara dos deputados terá que seguir novamente os ritos do processo e analisar a denúncia.

Clique aqui e veja os nomes dos deputados que absolveram Michel Temer


INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora
Clique aqui e curta nossa página no Facebook
Inscreva-se aqui em nosso canal no YouTube

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2014-2024. Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo