intersindical
Entrar
no grupo

STF adia julgamento sobre terceirizações: nova data não está definida

Imagem:
Compartilhe:

O julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode liberar a terceirização e dizimar os empregos no País, marcado para ontem (9), foi adiado. Ainda não há data prevista para a votação. Caberá à ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, marcar uma nova data para o julgamento.

Mesmo assim trabalhadores e integrantes da Intersindical Central da Classe Trabalhadora estiveram protestando na frente do STF durante ao dia. “Querem legalizar a fraude do contrato de trabalho e impedir que os trabalhadores recorram à Justiça do Trabalho para manter seus direitos adquiridos. Não é possível permitir a terceirização da atividade-fim. O STF está, infelizmente, a serviço do grande capital e nós temos que resistir”, disse Edson Carneiro Índio, em discurso na porta do STF.

O caso que está prestes a ser analisado e pode sepultar as relações de trabalho no Brasil, promovendo na prática uma reforma trabalhista às avessas, é o Recurso Extraordinário 958.252, contrário à súmula 331, do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Se esta súmula que baliza todas as relações de trabalho no País cair, toda a orientação da Justiça do Trabalho cairá como em efeito dominó.

stf-0001

stf-0003

stf-0004

stf-0005

INTERSINDICAL – Central da Classe Trabalhadora

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2014-2024. Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
intersindical

Cadastre-se

Receba novidades em seu e-mail. Sem spams.
Pular para o conteúdo