Entrar

Trabalhador que fazia bico como segurança em shopping morre durante assalto à joalheria

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

Um trabalhador que fazia bico como segurança em shopping de luxo no Rio morreu durante assalto a uma joalheria no dia 25 de junho.

Além de contratar o trabalhador sem nenhum direito garantido pela constituição, a empresa não disponibilizou colete ou qualquer outro equipamento de segurança para Jorge Luiz Antunes realizar o serviço de segurança da joalheria de luxo no Shopping Village Mall, na zona oeste do Rio.

É inaceitável que uma joalheria de luxo instalada em um shopping de alto padrão exponha a vida de um trabalhador precarizado, contratando de forma irregular e sem nenhuma condição de realizar o trabalho de segurança da joalheria.

A inexistência de condições mínimas de segurança no trabalho numa atividade de risco e a contratação irregular do trabalhador não podem ficar impunes nem serem normalizadas pela sociedade ou o poder público.

Jorge era negro, tinha 49 anos e estava desempregado havia quase cinco anos. Sua morte abalou a família que o aguardava para o aniversário de sua netinha.

A Intersindical se solidariza com a família e amigos de Jorge. Por outro lado, exigimos que tanto a joalheria quanto o shopping center sejam responsabilizados e que família do trabalhador seja indenizada.

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2024 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo