Trabalhador que fazia bico como segurança em shopping morre durante assalto à joalheria

Compartilhe

Um trabalhador que fazia bico como segurança em shopping de luxo no Rio morreu durante assalto a uma joalheria no dia 25 de junho.

Além de contratar o trabalhador sem nenhum direito garantido pela constituição, a empresa não disponibilizou colete ou qualquer outro equipamento de segurança para Jorge Luiz Antunes realizar o serviço de segurança da joalheria de luxo no Shopping Village Mall, na zona oeste do Rio.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

É inaceitável que uma joalheria de luxo instalada em um shopping de alto padrão exponha a vida de um trabalhador precarizado, contratando de forma irregular e sem nenhuma condição de realizar o trabalho de segurança da joalheria.

A inexistência de condições mínimas de segurança no trabalho numa atividade de risco e a contratação irregular do trabalhador não podem ficar impunes nem serem normalizadas pela sociedade ou o poder público.

Jorge era negro, tinha 49 anos e estava desempregado havia quase cinco anos. Sua morte abalou a família que o aguardava para o aniversário de sua netinha.

A Intersindical se solidariza com a família e amigos de Jorge. Por outro lado, exigimos que tanto a joalheria quanto o shopping center sejam responsabilizados e que família do trabalhador seja indenizada.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

Lula em Diadema, melhores momentos
Lula em Diadema, melhores momentos
Intersindical participa do 9 de JULHO: DIA DA LUTA OPERÁRIA
Intersindical participa do 9 de JULHO: DIA DA LUTA OPERÁRIA
Abertura de Agências Bancárias aos Sábados e Domingos - Intersindical participa da audiência
Abertura de Agências Bancárias aos Sábados e Domingos - Intersindical participa da audiência
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Skip to content