Trabalhador terceirizado morre eletrocutado na Mexichem Brasil (Amanco) em Sumaré

Compartilhe

Sindicato dos Químicos Unificados de Campinas, Osasco, Vinhedo e região

O trabalhador Emanuel Neto da Rocha, com 26 anos de idade, morreu na tarde de ontem (03 de março) quando exercia sua atividade de eletricista na Mexichem Brasil (Amanco), em Sumaré. Ele era terceirizado, contratado direto pela Sem Limites, empresa prestadora de serviços para a multinacional mexicana, recém casado, sem filhos e morador em Paulínia.

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Rocha sofreu uma descarga elétrica e faleceu no local. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

No momento do acidente não havia outro trabalhador presente. Da forma em que foi encontrado o corpo, a suposição é de que Rocha trabalhava em uma ponte rolante e com uma escada, ambas de metal, que são condições inseguras e inapropriadas para sua atividade na Mexichem.

O Sindicato Químicos Unificados acompanha o fato desde ontem. Fará denúncia no Ministério Público após a divulgação do laudo oficial com a causa da morte e pedirá perícia no local.

 

Acha esse material importante? Cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter.

COMPARTILHE

Já assistiu nossos últimos vídeos no YouTube?

11/08 - Intersindical nas ruas em Defesa da Democracia e por Fora Bolsonaro
11/08 - Intersindical nas ruas em Defesa da Democracia e por Fora Bolsonaro
Lula em Diadema, melhores momentos
Lula em Diadema, melhores momentos
Intersindical participa do 9 de JULHO: DIA DA LUTA OPERÁRIA
Intersindical participa do 9 de JULHO: DIA DA LUTA OPERÁRIA
Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

DESTAQUES

NOTÍCIAS

Skip to content