Entrar

Trabalhadores da Celg em greve nesta quarta (22) por tempo indeterminado

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

Trabalhadores da CELG entram em greve nesta quarta-feira (22/06) contra a privatização da empresa e a terceirização desenfreada, exigindo a contratação imediata dos concursados e um reajuste salarial que reponha as perdas inflacionárias.

A decisão foi tomada em assembleia geral realizada dia 16/6, que rejeitou tanto a contraproposta nacional (Eletrobras) quanto a local (Celg D/Eletrobras).        

João Maria de Oliveira, diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (Stiueg), diz que a luta segue firme em defesa do patrimônio público e pela valorização dos trabalhadores. “Há um desmonte proposital da empresa para fins de privatização, a sobrecarga de trabalho sobre os funcionários é grande e os relatos de assédio moral aumentaram”, afirma.

Dentre as principais reivindicações dos trabalhadores estão a imediata contratação do quadro de reservas do concurso público, acatando decisão judicial de três anos atrás que determina o fim da terceirização na Celg.

Outra bandeira é por um acordo justo que  valorize os trabalhadores  com PLR e reponha as perdas da inflação.

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2024 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo