Greve contra as privatizações em São Paulo

Imagem: Comunicação da Intersindical
Compartilhe:

Os funcionários do Metrô de São Paulo, da CPTM e da Sabesp entraram em greve nesta terça-feira (03/10) em protesto contra a venda das empresas públicas para a iniciativa privada. Os trabalhadores propuseram em juízo liberar as catracas em vez da paralisação, para não prejudicar os usuários. Tarcísio recusou a proposta. Se recusam a dialogar com os trabalhadores.

Tarcísio tem se movimentado e acelerado o processo de privatizações em São Paulo. Reuniões com prefeitos e deputados correm para que a agenda de privatização seja realizada. Inclusive, foi uma de suas principais pautas durante sua campanha que o elegeu como governador de São Paulo.

Com a privatização qualquer serviço vira mercadoria, encarecendo e se tornando inviável para boa parte da população. A venda de bens públicos à iniciativa privada, transferindo a responsabilidade, gestão e fiscalização é extremamente preocupante.

Todo o nosso apoio aos trabalhadores e trabalhadoras e a greve que é legitima e necessária! PELA NÃO PRIVATIZAÇÃO!

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2024 Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
Pular para o conteúdo