intersindical
Entrar
no grupo

GM anuncia demissões em massa em São José dos Campos

Imagem:
Compartilhe:

Empresa alega que as 798 demissões em São José dos Campos são por causa da crise econômica

Na última sexta-feira, 14, a General Motors deu a desculpa da crise econômica para demitir 798 metalúrgicos da planta de São José dos Campos. Os trabalhadores foram impedidos de entrar no local de trabalho e aterrorizados com o boato de demissões, que de fato se confirmaram horas depois.

“É inaceitável que uma multinacional que lucrou bilhões no Brasil e salvou a matriz norte-americana durante a crise de 2008 a 2012, remetendo lucros para o exterior, na primeira dificuldade aqui demita os trabalhadores por telegrama. Todo o apoio da Intersindical à greve, todo o apoio aos trabalhadores e ao Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos”, reforça Edson Carneiro Índio, Secretário-Geral da Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Gm SJC 002_01p

Audiência pública na Alesp

As demissões em massa realizadas pela GM em São José dos Campos serão tema de audiência pública, na Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quarta-feira, dia 19, às 19h, no Plenário Teotônio Vilela.

A audiência foi marcada a pedido do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e do deputado Carlos Giannazi (PSOL), como parte da luta em defesa dos empregos dos trabalhadores.

Investimentos no Brasil

Na sexta-feira, enquanto os trabalhadores eram demitidos, a diretoria da GM no Brasil se reunia com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília, para anunciar um investimento extra no país: mais R$ 6,5 bilhões de 2014 a 2018.

Outra contradição diante dessas demissões em massa: o Brasil foi o país escolhido pela montadora para o seu maior aporte global do ano. Investimentos de R$ 13 bilhões no período de 2014 a 2019.

De acordo com declarações de Santiago Chamorro, presidente da GM do Brasil, no próprio site da empresa, “este é o maior plano de investimentos já feito pela companhia no país e demonstra o compromisso e a confiança que a empresa tem no Brasil e no potencial de crescimento do mercado local”.

O aporte extra de R$ 6,5 bilhões, anunciado no dia das demissões em São José dos Campos ,seria um investimento para fortalecer o desenvolvimento de uma nova família global de veículos Chevrolet para atender mercados como Brasil, China, Índia e México.

Acha esse conteúdo importante? Entre em nosso grupo de WhatsApp ou inscreva-se para receber nossa Newsletter

Comente esta publicação

Acompanhar a discussão
Notificar de
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
INTERSINDICAL Central da Classe Trabalhadora | 2014-2024. Sede Nacional: Rua Riachuelo, 122 - CEP: 01007-000 | Praça da Sé - São Paulo - SP | Fone: +55 11 3105-5510 | E-mail: [email protected] Sindicatos e movimentos sociais. Permitida a reprodução dos conteúdos do site, desde que citada a fonte. Esse site é protegido por reCAPTCHA. Políticas de Privacidade e Termos de Serviço se aplicam
intersindical

Cadastre-se

Receba novidades em seu e-mail. Sem spams.
Pular para o conteúdo